Remédio para Zumbido no ouvido

Para encontrar o remédio para zumbido no ouvido é preciso antes de qualquer coisa, descobrir a causa de tal sintoma. No entanto, é importante ter em mente que inúmeras doenças podem ocasionar o problema que pode se apresentar de diferentes maneiras, desde pequenos e brandos ruídos até sons ensurdecedores capazes de comprometer a concentração, a saúde, a vida social e até profissional do paciente.

Em casos mais simples, apenas a remoção do excesso de cera do ouvido resolve o problema, em outros, o uso de antibióticos. Neste caso, quando o assunto é infecção auricular.

Conhecido como acúfeno ou tinnitus, o zumbido no ouvido pode ser tratado com a realização de uma série de terapias sonoras, medicamentos ansiolíticos, antidepressivos e claro, o tratamento para outras causas com diabetes, alterações hormonais, hipertensão ou outras condições. Acupunturas, técnicas para relaxar e concentrar podem ser a solução se a causa estiver relacionada à problemas emocionais.

Dentre as várias causas de zumbido no ouvido, destacam-se os problemas de audição, principalmente quando se trata da perda da audição propriamente dita. Estas perdas de maneira geral estão relacionadas à exposição prolongada à sons muito altos como fones de ouvidos constantemente e ambiente de trabalho com muita poluição sonora. Outro fator que contribui para o aparecimento do zumbido é o envelhecimento, por esta razão é tão comum a perda auditiva por volta dos 60 anos de idade.

Existe remédio para zumbido no ouvido?

remedios-para-zumbido-no-ovido

Bom, muitas pessoas acreditam que não existe tratamento para o zumbido, mas vários remédios são indicados para tratar as causas do mesmo. O que eu quero dizer, que para o zumbido não existe um remédio específico porque ele é apenas um sintoma, ou um sinal de algo em seu corpo anda funcionando de maneira irregular e precisa de atenção, então a causa é que deve ser diagnosticada o quanto antes para ser tratada e evitar problemas muito piores.

Os remédios mais utilizados para tratar as causas de zumbido são os ansiolíticos, quando o problema está relacionado a crises de ansiedade e está relacionado ao emocional. Estes são os tipos de medicamento que auxiliam na qualidade do sono, amenizam o estresse e são recomendados também, quando o ruído incomoda apenas nos momentos de mais silencio. Sertralina e Lorazepan são exemplos de remédios para zumbido no ouvido, recomendados quando a causa está relacionada às nossas emoções.

Betaistina e Cinarizina são remédios vasodilatadores recomendados para o tratamento do zumbido quando as causas estão relacionadas a problemas com os vasos sanguíneos. Estes são remédios que atuam bem para solucionar problemas como espasmos e vertigens que afetam os vasos do canal auditivo.

Quaisquer medicamentos com a finalidade de amenizar o zumbido, não devem ser administrados sem o conhecimento e a orientação de um profissional de saúde, sobretudo porque são remédios que devem ser usados por apenas um curto período de tempo, o suficiente apenas colocar fim aos sons atormentadores.

Devemos também lembrar que alguns medicamentos podem provocar o zumbido nos ouvidos como efeito colateral. São exemplos destes remédios:

  • AAS;
  • Antibióticos;
  • Anti-inflamatórios;
  • Diuréticos;
  • Medicamentos utilizados em quimioterapias.

Outra observação que deve ser feita é que o zumbido também pode ser consequência de doenças como diabetes, hipertensão, colesterol alto, hipertireoidismo entre outras doenças e neste caso é também tratado com o uso de medicamentos acompanhados por um médico responsável.

Tratamentos para o zumbido

tratamentos-zumbido-no-ouvidoAlém de remédios, existem outras formas de tratamento para o zumbido.

1. Terapias Sonoras – As terapias sonoras são feitas com a utilização de sons que fazem ser menos perceptíveis o som do zumbido. Os ruídos brancos por exemplo, são caracterizados por sons da natureza, como o som de água em movimento, quebrando o silêncio que evidencia o zumbido. Existem aparelhos apropriados para esta finalidade, mas que devem seu utilizados com o conhecimento e a orientação de um fonoaudiólogo ou um otorrino

2. Terapia comportamental – Esta terapia é também conhecida como uma forma de treinamento do zumbido de maneira que o paciente consiga ignorar o zumbido mesmo quando isso parecer impossível. A terapia comportamental pode ser feita individualmente ou em grupo.

3. Terapias alternativas – outras técnicas muito recomendadas para tratar o zumbido, são técnicas de relaxamento, acupuntura e algumas técnicas de relaxamento. Antes de fazer a acupuntura, deve-se fazer uma avaliação dos pontos onde possam existir má circulação. Normalmente se observa o pescoço e a coluna cervical. A musicoterapia é também utilizada com a finalidade de diminuir a sensação do zumbido, aliviando a sensação de incômodo, enquanto as técnicas de relaxamento ajudam a melhorar a qualidade do sono e alivia tensões nos ombros, pescoço e na região da cabeça.

Além de remédios para zumbido no ouvido e as terapias mencionadas, fazer uma alimentação adequada é demasiado importante para que a evolução do tratamento. Evitar alimentos ricos em açúcares, álcool, corantes alimentícios, comidas industrializadas e o cigarro.

Há casos em que o zumbido é causado por problemas odontológicos ou inclusive, da mandíbula. Em casos assim, o seu dentista saberá os procedimentos corretos para o tratamento e melhora do sintoma.

Leave a Reply